Sem categoria

You are currently browsing the archive for the Sem categoria category.

16 de março de 2012 por Fabio Pena

Em audiência realizada hoje, 16/03, a juíza Betânia Pessoa Batista da 8ª Vara Cível de Santarém reuniu os representantes da Fundação Terres des Hommes Holanda e da Prefeitura de Santarém, na qual firmaram acordo que prevê a manutenção dos serviços de atendimento em saúde para ribeirinhos do Tapajós à bordo do barco Abaré I.

O acordo foi o desfecho da ação movida pela procuradoria jurídica do município após anúncio da Fundação Terre des Hommes da intenção de retirada do Barco de sua propriedade do serviço que presta a 15 mil ribeirinhos. A prefeitura havia conseguido liminar em 16/02 determinando a permanência do barco, enquanto os atores envolvidos buscavam negociações diretas com o presidente do Conselho da fundação na Holanda.

O atendimento em saúde à bordo do Abaré I acontece com regularidade desde 2006, por meio da parceria do Projeto Saúde & Alegria, Secretarias Municipais de Saúde – SEMSA, com apoio da Fundação Terres des Hommes Holanda. O premiado projeto, de referência nacional e internacional, se tornou política pública em dezembro de 2010, com a portaria 2.191 do Ministério da Saúde instituindo o Abaré I como a primeira Unidade de Saúde da Família Fluvial (USFF) do Brasil, passando a SEMSA a assumir a gestão dos atendimentos. Porém, num momento de consolidação da experiência, em 02/02 a fundação TDH havia resolvido pela retirada do barco, sem que a Prefeitura tivesse um barco substituto, o que prejudicaria a manutenção do serviço essencial à população do Tapajós.

Em respeito à conquista do modelo de saúde fluvial ter se transformado uma política pública, e à grande contribuição do TDH apoiando esta experiência ao longo dos anos, todos os parceiros almejavam uma solução negociada. Foi o que prevaleceu, num primeiro momento com bom senso do Presidente do Conselho de Gestão e Fiscalização do TDH, Sr. Albert Jaap Van Santbrink, que em conversa com o Coordenador do PSA, Caetano Scannavino, sinalizou restabelecer as tratativas com a Prefeitura de Santarém e demais parceiros visando uma solução.

E num segundo momento, na audiência de hoje em que as partes selaram o acordo, suspendendo a liminar de 16/02 em troca de um Termo de Compromisso que prevê a continuidade do funcionando do Barco Abaré I como Unidade de Saúde Fluvial por mais um período de seis meses a contar do dia 25 de março de 2012, mantendo os atendimentos de saúde nas comunidades da região do Tapajós, como vinha sendo realizado até o momento. Uma reunião está agendada para o dia 05 abril, com o Presidente do TDH, em que será discutida a possibilidade da prorrogação da permanência da embarcação na região após o período do acordo.

Assista ao vídeo sobre o acordo

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=19sV5IY2w4I&feature=player_embedded[/youtube]

Leia aqui a Ata da Audiência

Entenda o caso:

Acordo fechado com TDH: Abaré continua no Tapajós

Amparado em decisão judicial Barco Abaré I vai atender comunidades do Tapajós

Saúde dos ribeirinhos pode ser prejudicada com a saída do Abaré de Santarém

Segundo a Organização Mundial de Saúde o termo Saúde refere-se “um estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não, simplesmente, a ausência de doenças ou enfermidades”. Os conceitos são inúmeros: …é sentir-se bem; …é fazer o que você quiser sem reclamar de nada;  …é não ter doença alguma;etc. A saúde depende de cada um, ela reflete o bem estar do nosso convívio com outras pessoas e com o meio.

O jornal O Piquiá, da comunidade de Piquiatuba flona Tapajós, procurou saber como estar as condições de saúde. Veja como foi:

Odenice: Com as grandes Mudanças Climáticas que ocorrem no planeta, a saúde do ser humano esta sendo cada vez mais prejudicada. Quais são as doenças mais comuns que ocorrem na comunidade de Piquiatuba?

Rosiane Santos – Técnica em Enfermagem: Nos últimos meses, o que temos visto é: virose, gripe comum, diarréia ou infecção intestinal.

Odenice: Quais são os principais cuidados que devemos ter para evitar essas doenças?

Rosiane: Usar cloro na água para beber, lavar frutas e verduras com o cloro antes de comer, lavar os alimentos, não tomar água muito gelada por causa da garganta. Ter muito cuidado com as moscas, para não sentarem nos alimentos. E ensinar as crianças a terem higiene corporal.

Odenice: Quais são as condições do funcionamento do Posto de Saúde?

Rosiane: No momento só estamos fazendo atendimento básico e urgência. Os casos de emergência, encaminhamos para Belterra. E a partir  do mês de junho a secretaria de saúde estará iniciando a reforma do posto para implantar o PSF (Programa Saúde da Família), onde  teremos uma equipe de Médico, Enfermeira e Técnicos trabalhando para fazer o melhor atendimento para nossos comunitários.

Entrevista retirada do jornal comunitário de Piquiatuba: O Piquiá.

Reportagem: Odenice Neves

Nessa primeira viagem do ano para as comunidades, o barco Abaré fará atendimento nos três municípios da região, sendo: Santarém, Belterra e Aveiro.
Para o município de Santarém, os atendimentos iniciaram nessa terça feira dia 12 de Janeiro e encerrando dia 21/01.

Confira o Cronograma da viagem: Município Santarém

Read the rest of this entry »

O Navio Abaré  desde do dia 05 ao dia 15 de Abril está realizando atendimento médico e odontológico nas comunidades da Resex Tapajós. Segue também uma equipe de arte educadores para realizar as palestras educativas, atividades lúdicas, jogos, brincadeiras e a realização da noite cultural nas comunidades pré agendadas pelas próprias comunidades.

Nesta semana estará nas seguintes comunidades:

Dia: 12/04 – Vila Amorim (manhã)

– Cabeceira do UKena e Mapiri (tarde)

Dia 13/04 – Suruacá (manhã)

– Capixauã e Vista Alegre do Capixauã (tarde)

Dia 14/04 – Solimões (manhã)

– Pedra Branca, Anumã e Carão (tarde)

Dia 15/04 – Santi, Curipatá e Maripá (manhã)

– Vila Franca (tarde)

Originalmente do blog:

http://sinaisdagente.com/blog

Postado por Vanessa Rodrigues em 18 de Fevereiro de 2010

igarapé

Sinais, pegadas, oxigénio, rastos na areia e em igarapés, chapinhar as impressões digitais no rio, ouvir uma nuvem. Reinvenções diárias sem azimute, contra o tempo, sem tempo: Sinais diários de SinaisDaGente.

24/10| Dia 68 Amanhecer em Santana do Ituqui, no rio Ituqui, afluente do Amazonas,no barco Netinho. A Secretaria Municipal de Saúde de Santarém dá assistência a estea comunidade ribeirinha com vacinas, testes de glicemia, odontologia, clínica-geral, ginecologia e pediatria. As crianças são quem mais precisam de assistência. Há muitas diarreias infantis. A comunidade tem acesso por terra, mas demora horas até Santarém. E depois, de barco, são pelo menos 6 horas de viagem nas melhores condições. Nas margens búfalos e jacarés…

Read the rest of this entry »

O núcleo de saúde do Projeto Saúde e Alegria segue mas uma viagem nas águas do rio Tapajós. Será no período de 22 de Fevereiro à 04 de Março de 2010, levando os atendimentos básicos de saúde dentro do navio Abaré. Confira o calendário.

Dia

Comunidade

Data

Período

Nº Famílias

Consultas Medicas

Consultas Odonto

Segunda

Saída de Santarém

22/02

12h00min

Terça

Samauma (Navio)

23/02

M/ 07:30

36

10

10

Terça

Nova Vista

23/02

M/ 07:30

42

15

10

Terça

Nuquini (Navio)

23/02

T/ 13:30

46

10

10

Terça

Tucumatuba

23/02

T/ 13:30

64

15

10

Quarta

Boim (Navio)

24/02

M/T

131

50

40

Quinta

São Tomé

25/02

M/ 07:30

41

7

6

Quinta

Jaca (Navio)

25/02

M/ 07:30

13

7

6

Quinta

Paranapixuna

25/02

M/ 07:30

11

7

6

Quinta

Jatequara (Navio)

25/02

T/ 13:30

12

7

6

Quinta

Jauarituba

25/02

T/ 13:30

41

7

6

Quinta

Santo Amaro

25/02

T/ 13:30

20

7

6

Sexta

Mirixituba

26/02

M/ 07:30

13

7

6

Sexta

Vista Alegre do Muratuba (Navio)

26/02

M/ 07:30

8

7

6

Sexta

Muratuba (Navio)

26/02

T/ 13:30

67

13

10

Sexta

Paricatuba

26/02

T/ 13:30

46

12

10

Sábado

Surucuá (Navio)

27/02

M/ 07:30

91

25

20

Sábado

Parauá (Navio)

27/02

T/ 13:30

212

25

20

Domingo

Pajurá+Brinco das Moças

28/02

M/ 07:30

26

8

6

Domingo

Limãotuba

28/02

M/ 07:30

16

7

6

Domingo

Cab. Do Amorim (Navio)

28/02

M/ 07:30

53

10

12

Domingo

Ens. Do Amorim (Navio)

28/02

T/ 13:30

65

25

20

Segunda

Vila de Amorim (Navio)

01/03

M/ 07:30

91

25

20

Segunda

Cab.do Ukena (Navio)

01/03

T/ 13:30

32

15

10

Segunda

Mapiri

01/03

T/ 13:30

16

10

6

Terça

Suruacá (Navio)

02/03

M/ 07:30

112

25

24

Terça

Capixauã (Navio)

02/03

T/ 13:30

31

10

10

Terça

Vista Alegre do Capixauã

02/03

T/ 13:30

47

15

12

Quarta

Solimões (Navio)

03/03

M/ 07:30

40

20

15

Quarta

Pedra Branca

03/03

M/ 07:30

51

13

12

Quarta

Anumã

03/03

T/ 13:30

55

18

12

Quarta

Carão

03/03

T/ 13:30

10

10

8

Quinta

Santi + Curipatá (Navio)

04/03

M/ 07:30

35

9

8

Quinta

Maripá

04/03

M/ 07:30

63

15

14

Quinta

Vila Franca (Navio)/ Retorno Stm

04/03

T/ 13:30

76

25

20

A equipe do núcleo de saúde comunitária do Projeto Saúde e Alegria (PSA), irá seguir viagem no navio Abaré por todo o ano de 2010. Nele encontram-se uma turma diversificada de profissionais que levam além da saúde ao povo dos rios Tapajós, Amazonas e Arapiuns muita alegria também, como diz o trecho da nossa música educativa “criança que nunca brinca é bicho doente e feio”. Então embarcaram quatro “palhaços” arte educadores para transformar essa viagem um pouco mais alegre e cheia de informação para as comunidades atendidas pelo núcleo.

Aqui o cronograma da 1ª viagem:

Dia da semana

Comunidade

Data

Período/

hora

Nº de Famílias

Consultas Médica

Consultas Odonto

Quarta

Rio Cuparí (Tavil, Godinho, Açaituba, Dois Irmãos, S. Franc. Chagas, Uruará, Flexal, S. Raimundo).

03/02

M/07:30

170

30 (*)

10

TARDE: DESLOCAMENTO P/ ESCRIVÃO

Quinta

Escrivão

04/02

M/07:30

50

15

06

Quinta

Camarão

04/02

M/07:30

11

8

04

Quinta

Pinhel

04/02

T/ 13:30

49

15

08

Sexta

Cametá

05/02

M/07:30

105

25

10

Sexta

Andurú

05/02

M/07:30

19

10

04

Sexta

Itapuãma

05/02

T/ 13:30

14

10

04

Sábado

Jutuarana

06/02

M/07:30

11

8

04

Sábado

Paraíso

06/02

M/07:30

14

10

04

MUNICÍPIO DE BELTERRA

Sábado

Itapaiuna

06/02

T/ 13:30

40

15

10

Domingo

Prainha I e II

07/02

M/07:30

43

15

10

Domingo

Taquara

07/02

T/ 13:30

28

12

08

Segunda

Pini

08/02

M/07:30

26

12

08

Segunda

Tauarí/Chibé

08/02

T/ 13:30

49 + 35

20

08 + 04

Terça

Bragança

09/02

M/07:30

10

7

04

Terça

Marituba

09/02

M/07:30

29

12

08

Terça

Marai

09/02

T/ 13:30

16

10

04

Terça

Nazaré

09/02

T/ 13:30

38

15

08

Quarta

Piquiatuba

10/02

M/07:30

73

20

10

Quarta

Pedreira

10/02

T/ 13:30

65

16

10

Quinta

Jaguarari

11/02

M/07:30

21

12

08

Quinta

Acaratinga

11/02

M/ 07:30

23

12

08

Quinta

Jamaraquá (Abaré)

11/02

T/ 13:30

17

10

04

Sexta

Maguari

11/02

T/ 13:30

80

20

08

Sexta

São Domingos/ Santa Cruz –  Retorno Stm

12/02

M/ 07:30

52

15

10

O Abaré realizará mais uma jornada cirúrgica atendendo a população ribeirinha

Entre os dias 14 e 23 de agosto a unidade móvel de saúde Abaré estará no rio Tapajós para realizar atendimento cirúrgico à população ribeirinha. A equipe do barco, composta por médicos e enfermeiras do Projeto Saúde e Alegria, a Secretaria Municipal de Saúde de Santarém, Belterra e Aveiro e a equipe médica voluntária dos Expedicionários da Saúde, realizarão 120 cirurgias no prazo de cinco dias.

O Abaré ficará sediado na comunidade de Enseada de Amorim, situada na Reserva Extrativista na margem do rio Tapajos. A expectativa é que sejam realizadas no navio cerca de 120 cirurgias: 30 de catarata, 40 de pterígio (doença que provoca o crescimento de uma espécie de membrana sobre o olho, impedindo a visão) e 50 cirurgias gerais, de baixa complexidade. Já foram realizadas triagens para pacientes das duas margens do rio, moradores da Reserva Extrativista e a Floresta Nacional do Tapajós.

Esta é a quarta vez que Expedicionários da Saúde se une ao Projeto Saúde e Alegria para o atendimento a essa população. Expedicionários da Saúde (EDS) é uma organização não-governamental e sem fins de lucro. EDS tem como missão de levar atendimento médico especializado, principalmente cirúrgico, às populações geograficamente isoladas, preferencialmente indígenas, na região amazônica.

A unidade móvel de saúde Abaré, financiado por Terre des Hommes Holanda, foi construido para enfrentar as condições amazônicas de secas e enchentes dos rios. Está equipado com salas e um grande centro cirurgico para atendimento médico e odontológico. O Abaré conta ainda com equipamentos para exames clínicos e o suporte de um barco motor funcionando como ambulância, mais conhecido como “Ambulancha”, para o resgate de pacientes em emergências.

O programa de educação pelos direitos das crianças começou a realização de Caravanas de Educação Comunitária. Esta atividade é um braço educativo do trabalho feito pelo Abaré com atendimentos médicos, complementando o conjunto de esforços feitos pelo Projeto Saúde & Alegria para promover melhores condições de vida à infância e à adolescência nas comunidades ribeirinhas.

O trabalho é uma continuidade das ações que vem ampliando o acesso à informação sobre o ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente nas comunidades, além de abordar temas importantes para que desde criança as pessoas aprendem cuidados básicos como a saúde, a higiene, o meio ambiente e noções de cidadania. Isso acontece através de brincadeiras, oficinas e de apresentações do Circo Mocorongo em caravanas que acompanham as viagens de atendimento do Abaré no rio Tapajós.

Read the rest of this entry »


O Projeto Saúde & Alegria – PSA – atua na Amazônia desde 1987 em comunidades extrativistas dos rios Amazonas, Tapajós e Arapiuns, localizadas na zona rural dos municípios de Santarém, Belterra e Aveiro – oeste do Estado do Pará. A partir de 2003, iniciou de forma gradual a ampliação de sua área de cobertura para 143 localidades, envolvendo cerca de 29 mil beneficiários.

Tem por objetivo apoiar processos participativos e integrados de desenvolvimento comunitário global e sustentado, geridos pela própria população, interativos e alterativos às políticas públicas, e capazes de se multiplicar a partir das dinâmicas e realidades locais, contribuindo de maneira demonstrativa com experiências concretas na constituição de políticas sociais e ambientais na Amazônia.

Conta com uma equipe interdisciplinar de médicos, agrônomos e educadores das diversas áreas que visita regularmente para as comunidades promovendo o Desenvolvimento Integrado através de ações voltadas para a organização comunitária; saúde; produção e manejo agroflorestal; geração de renda; educação, arte e cultura; gênero; infância e juventude; comunicação popular e pesquisa participativa.

Saiba mais sobre nosso trabalho no site:
www.saudeealegria.org.br