Articles by Elis Lucien

You are currently browsing Elis Lucien’s articles.

A saúde é um completo de bem estar físico, psíquico e social que todo cidadão ter direito. Ela vem de um processo de vivência com o meio –  o lugar onde vivemos. Se temos um ambiente saudável, logo temos uma boa saúde. E quando não acontece esse equilíbrio, logo aparecem as doenças e estas devem ser tratadas em seus sintomas iniciais.

O Navio Abaré (Unidade de Saúde da Família Fluvial), já promove saúde na floresta desde de 2006, nas comunidades da Resex Tapajós (Santarém e Aveiro) e flona Tapajós (Belterra). Esses procedimentos são realizados na área da clínica médica, odontologia, enfermagem, vacina e rotinas de enfermagem para as famílias ribeirinhas desses municípios.

Read the rest of this entry »

Já é uma realidade para os municípios paraenses de Aveiro, Belterra e Santarém pois, serviram de referência para a implantação da primeira  Unidade Básica de Saúde da Família Fluvial, do Ministério da Saúde.

O projeto Saúde e Alegria (ONG), que atua nesses municípios desde de 1987, verificando a necessidade de leva qualidade de vida para comunidades rurais de difícil acesso e algumas isoladas levou implantou uma metodologia que pudesse promover e apoiar processos participativos de desenvolvimento comunitário integrado e sustentável, que contribuam de políticas públicas, na qualidade de vida e no contexto da cidadania.

Com a parceria do Terre des hommes (TDH), Ong Holandesa o Projeto Saúde e Alegria com parceria dos municípios de Aveiro, Belterra e Santarém inauguram a Unidade Móvel de Saúde que levou o nome índigena Abaré (significa Amigo Cuidador, aquele que cuida),  partindo para as 2.8929 famílias espalhadas nos três municípios da área de atuação do projeto.

Com resultados significantes em relação a saúde dessas populações o Ministério da Saúde lançou na terça-feira, 07 de Dezembro de 2010 em Santarém, a primeira Unidade de Saúde da Família Fluvial do Brasil, resultado da portaria ministerial 2.191 de 3 de Agosto de 2010. Participou da cerimônia a Prefeita de Santarém, Maria do Carmo, do Secretário Municipal de Saúde de Santarém, José Antonio Rocha; o prefeito de Belterra, Geraldo Pastana; a presidente do Conselho Municipal de Saúde de Santarém, Maria das Dores Colares; o presidente da Câmara de Vereadores de Santarém, José Maria Tapajós; o enfermeiro Marco Aurélio, representante da prefeitura de Aveiro;

Eugênio Scanavino, fundador e coordenador geral do Projeto Saúde & Alegria; Critianne Haraki, representante nacional do Terre dês Hommens Holanda, e a médica Claunara Schillig Mendonça, diretora do Departamento da Atenção Básica (DAB) do Ministério da Saúde.

Dizem os mais velhos,  que para valorizar uma história é preciso ter alguns artifícios para criar um ambiente propício para que o público alvo realmente acredite nessa “história”. Então, vamos listar alguns deles. Primeiro precisamos de  um bom pescador ou caçador, um fato e claro uma excelente História para quem ouvir acreditar no ocorrido.

Essa é de pescador verdadeira. “Um belo dia, na região da Amazônia mas precisamente na Floresta Nacional do Tapajós, município de Belterra/PA. Segue para mas um trabalho em campo a equipe de Educação, equipe de enfermagem da Faculdades Integradas do Tapajós e Volúntaria abordo de uma lancha. Saímos em direção da comunidade de Itapiúna em época de seca (muita seca, com lama pela canela, isso não vem ao caso), bom!!! o lancheiro foi levando a lancha em direção de uma pessoa que estava na beira do rio uns 200 metros, foi quando sentiu algo raspando em sua orelha e em seguida bateu nas costas e região lombar de uma pessoa da equipe, automaticamente debatendo-se entre os pés dos outros tripulantes. Um Tucunaré !!!!!UM Tucunaré pulou para dentro de nossa lancha, não acredita?!!Pois é, um tucunaré. Peixe muito apreciado na culinária regional amazônica, foi uma pescaria de primeira, não foi!? Contada por filha de  pescador de verdade!!!!Vamos as fotos.

A caravana de Educação da Unidade de Saúde Móvel Fluvial Abaré tem por objetivo levar  informação e prevenção através de palestras educativas que são repassadas para as comunidades assistidas. Na região da flona Tapajós a caravana realizou nesta penúltima viagem do Abaré ações em Itapaiúna e Jaguarari.

Na comunidade de Jaguarari à um trabalho da Comissão Local Integrada de Saúde (CLIS) e a Caravana de Educação com a temática do Aleitamento Materno e Nutrição. A CLIS da comunidade ficou de demonstrar com a fruta da estação, o que a comunidade faz para suprir alimentação das crianças e população em geral. No dia 07 de Novembro, a Caravana encontrou sobre uma mesa muito bonita: Doces e calda de Cajú e Abacaxi e um guisado de carne de cajú para degustação de todos. A CLIS dividiu em grupos e falou da importância dos alimentos na alimentação e as crianças desenharam o que mais gostavam de comer, fazendo colagem e pinturas dos alimentos.

A equipe e a comunidade realizaram uma pequena apresentação dos trabalhos e avaliação do trabalho da Caravana de Educação. Foi um momento de receber as críticas e pensar juntos com a comunidade o que é melhor para todos.

realizou na útima viagem para a região do município de Belterra

O Navio Abaré –  Amigo Cuidador – é uma Unidade de Saúde Móvel Fluvial realizado um cronograma de atendimentos na região do rio Tapajós que abrange as comunidades dos municípios de Santarém, Aveiro e Belterra. Neste mês de Novembro estará realizando suas últimas viagens do ano de 2010.

Os atendimentos são realizados em parceria com as prefeituras desses municípios e voluntários das várias Universidades. Os pacientes são pré-selecionados pelos Agentes Comunitários de Saúde de cada região agilizando os encaminhamentos na recepção do Abaré. Há também os casos de emergências peculiares neste período, à exemplo:  ferrada de arraia, picadas de cobra, partos antecipados e outros são encaminhados para as Unidades Hospitalares do município de acordo com a demanda. Então, vamos conferir a penúltima viagem do Abaré na região do Tapajós:

Município de Belterra

Dia 12/11/2010 – Atendimento à tarde em Itapaiúna;

Dia 13/11/2010 – Atendimento  nas comunidades de Prainha I e Prainha II pela manhã e à tarde em Taquara;

Dia 14/11/2010 – Atendimento em Pini pela manhã e pela tarde Tauri e Chibé;

Dia 15/11/2010 – Atendimento em Bragança e Marituba de manhã e Marai e Nazaré à tarde;

Dia 16/11/2010 – Atendimento em Piquiatuba pela manhã e à tarde em Pedreira;

Dia 17/11/2010 – Atendimento em Jaguarari e Acaratinga pela manhã e a tarde em Jamaraquá e Maguari à tarde;

Dia 18/11/2010 – Atendimento em São Domingos, retornando à Santarém.

Depois do nascimento do Iohan, da comunidade de Pinhel a criançada adotou o Amigo Cuidador Abaré para nascer e ver de perto a turma que leva saúde para o povo ribeirinho. Nesta semana, o Aldery, Técnico responsável  pela recepção no navio nos enviou um email e as fotos de cortesia.

“Boa novas…
Nascido nesta semana, o mais novo comunitário da RESEX, parto feito no N/H ABARÉ – O Salomão“.
E recebendo todos os cuidados e também o carinho da enfermeira Marcela Brasil, responsável na área do município de Santarém.

E a turma que estar em sede, deseja muita Saúde e Alegria e bem vindo ao mundo!

Nasceu na unidade de Saúde Móvel Fluvial Abaré. No dia 09/10/10, às 01:55h Parto normal, pesando 3.375kg, medindo 49cm do sexo masculino assistido pelo médico Iohan. Mãe a sra. Receonira Mota da comunidade de Pinhel do municipio de Aveiro pai sem informação.Por vontade da mãe o menino se chama Iohan o nome do médico. Foi realizado todos os cuidados de enfermagem com a mãe e RN. O RN recebeu nitrato de prata, Vit k, vacinas Hep B e BCG.Tudo que é preconizado pelo MS.

Enfa. Rosilene Lima de Almeida
Saúde Comunitária

http://www.castanhal.pa.gov.br/imagens/noticias/98g.jpg

A Unidade Móvel Fluvial de Saúde Abaré assim como qualquer Unidade de atendimento em saúde, já está mobilizando os usuários do SUS (Sistema Único de Saúde),  adquirir o seu  cartão SUS para viabilizar e qualificar os atendimentos em saúde. No cartão irá conter todas as informações necessárias para aprimorar a organização dos serviços de saúde e viabilizar o acesso para os profissionais de saúde que irá atender os usuários em qualquer lugar no Brasil. Com esse dados, será possível saber quem está sendo atendido, por quem, aonde, como e quais os resultados.

Caso você já possui o cartão SUS leve em todos os atendimentos de emergência, consultas que você precise, tanto no Abaré como nos postos de saúde e hospitais. Caso você não possua o cartão SUS, procure o Agente Comunitário de Saúde ou vá até a Secretaria de Saúde de seu município para maiores informações.

Nesta rodada de atendimento do  Navio Abaré as equipes de saúde levam  atendimentos para trinta e oito comunidades da região da Reserva Extrativista Tapajós Arapiuns nas margens do rio Tapajós. Vamos as datas:

No dia 23 de Outubro, será na comunidade de Parauá. E no período da tarde atenderá em Pajurá, Limãotuba, Brinco das Moças e Cabeceira do Amorim.

No dia 24, atende pela manhã em Enseada do Amorim. E a tarde a comunidade de Vila de Amorim

Dia 25, o Abaré faz seu atendimento pela manhã em Cabeceira do Ukena e Mapiri. E a tarde em Suruacá.

Dia 26, o atendimento será em Capixauã e Vista Alegre do Capixauã pela manhã. E a tarde em Solimões e Pedra Branca.

Dia 27, atenderá em Anumã e Carão pela manhã. E a tarde em Santi, Curipatá e Maripá.

Dia 28, Vila Franca fechando o atendimento.

Até mais.

A comunidade de Jaguarari no município de Belterra/PA, recebeu a equipe de Arte Educação do Navio Abaré para várias atividades, uma delas foi as brincadeiras de roda, pintura, desenho e muita informação também.

Neste mesmo dia, a comunidade estava mobilizada para a palestra: Aleitamento Materno e Aproveitamento dos alimentos na comunidade realizado para os membros da CLIS ( Comissão Local Integrada de Saúde) e no final do dia apresentação do Circo Mocorongo com os temas trabalhos na comunidade.

« Older entries § Newer entries »